Notícias

“Sem final feliz”, Danoninho faz declaração de amor para ex-companheira; veja vídeo

Publicado dia 25/11/2017 às 13h16min | Atualizado dia 25/11/2017 às 13h58min
Segundo Rubens dos Santos,a ex-companheira iria dizer sim, mas teria ocorrido um imprevisto que a impediu de acenar positivamente.

O músico e servidor público Rubens dos Santos, de 42 anos, abriu o coração para tentar reconquistar a ex-mulher Claire Lorine que segundo ele, é o amor de sua vida. Durante o quadro "Quero Meu Amor de Volta",  apresentado no programa Balanço Geral da TV Itapoan/Record Bahia desta quinta-feira (23), o músico conhecido como “Danoninho Jamaica” declarou que cometeu erros, e pediu uma nova oportunidade a ex-mulher que não demonstrou interesse em voltar com ele. Para reportagem Madre sem Média, Danoninho disse que “não teve um final nem triste nem feliz porque não finalizou”. (Veja vídeo no final da reportagem)

Segundo ele, a ex-companheira iria dizer sim, mas teria ocorrido um imprevisto que a impediu de acenar positivamente.  

“Quando o repórter perguntou [durante a gravação para Itapoan/Record] se era a resposta final: 17 anos, não é 17 dias nem 17 semanas. Ela já estava com a cabeça praticamente no sim, que foi onde aconteceu de não finalizar a entrevista”. 

Ele destaca que ainda tem esperança de final feliz.

 “Esperança é igual à sogra, é a última que morre”, brincou Danoninho.

“Pra mim foi um desabafo. Eu precisava pedir aquela desculpa precisava falar o quanto eu amo uma pessoa, infelizmente não teve um final nem triste nem feliz porque não finalizou”. (Veja vídeo no final da reportagem)

Ele conta que conviveu com Claire por 17 anos, e acredita que a relação terminou por causa das traições dele.

“Eu sei que eu errei [...] com ela, em relação em me envolver com outra e tudo... Na verdade foi uma aventura de rua, mas não deu tempo de me explicar pra ela... Eu perdi porque quando cheguei em casa: cadê minha mulher? Só estava o bilhete!”, disse Danoninho, que completa afirmando que a ex-mulher não mencionou que “não queria” voltar.  (Veja vídeo no final da reportagem)

O musico que tem 7 filhos, com 7 mulheres diferentes ressalta que tem medo das abelhas e das formiga porque não sabe de onde vem o doce.

“Sete sogras, sete mulheres e sete filhos ainda fiz o 21: Ganhei o jogo! Eu não sou um branco de neve, tive sete anões, passei na casa das sete mulheres certo. No sétimo [dia], Jesus descansa, e por ai já vai... Sete pecados capitais, mas com todo carinho, foram uns pecados massa porque todas as cegonhas pegou”, brincou Danoninho.  (Veja vídeo no final da reportagem)

Questionando pela reportagem sobre como ele conseguia dar atenção a tantas mulheres. O músico afirma que entre as sete ele vazia uma espécie de rodizio de três em três.

“Geralmente, para sete era sempre de três em três. Eu sempre gostei assim porque se uma fosse eu já deixei duas de molho pardo”, disse sorrindo.

Apesar do jeito galante e espontâneo em frente às câmeras, em 2015 Danoninho foi preso após agredir a ex-compnheira em Madre de Deus. De acordo com o boletim de ocorrência registrado na 17ª Delegacia Territorial. Na ocasião, a ex-companheira  apresentava um hematoma no olho direito, proveniente de um soco desferido por ele.

Polêmicas a parte, o assunto vem sendo amplamente comentado no município com claras divergências de opiniões.

Entretanto, a maioria das pessoas que conhecem Danoninho concorda que ele é de fato um “artista”.

 

"Siga o Madre sem Média, curta nossa fanpage no Facebook, e fique atualizado com as principais notícias. Quer anunciar sua empresa? Fale conosco: 71 9 8750 7370".


Publicidade

Vídeo da Notícia


Áudio da Notícia

Fonte: Madre sem Média

Compartilhe